Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COGITO

PENSAR! PENSAR TAROUCA, O PAÍS, O MUNDO!

PENSAR! PENSAR TAROUCA, O PAÍS, O MUNDO!

E assim vai o país… E assim vai Tarouca…

 

 

 

Que excitação vai na comunicação social com o caso do novo secretário de estado, Franquelim Alves. Temos mega reportagens, diretos, comentadores que discutem o assunto durante horas, enfim, (des)informação não nos falta. Mas será que o assunto merece tanto relevo?  Claro que não! Foi uma boa escolha técnica por parte do Ministério da Economia? Não sei! O tempo o dirá! Foi uma boa escolha política por parte do mesmo Ministério? Claro que não!

Mas será que já não chega? O secretário de estado foi acusado de alguma coisa? É arguido em algum processo? Há dúvidas relativamente ao facto de ter beneficiado financeiramente com os “esquemas” da SLN? Parece-me que não.

Curiosamente este é o mesmo país onde tivemos um primeiro-ministro que constantemente se via envolvido nos “esquemas”  do Freeport de Alcochete…

Curiosamente este também é o país onde o líder da oposição anda uma semana a responder aos jornalistas com a erudita questão “Qual é a pressa?”. Um líder da oposição, que sonha ser primeiro-ministro, mas que teve uma amnésia e esqueceu o passado, que não se afirma dentro do seu partido, que não se livra do foragido de Paris.

Este é também o país, onde a Comunicação Social faz tábua rasa disto tudo. Onde estão as reportagens, os comentadores a comentar o comentador da Quadratura do Círculo, que comentou tudo isto calado! Onde está a Comunicação Social? Será que lhe interessa mais um secretário de estado que o maior partido da oposição? Será que esta comunicação social está ao serviço dos portugueses? Parece-me que não!

Em Tarouca… que excitação vai num Blog …, quantos comentários sobre a pseudo ilegalidade da Arquiteta Susana como Vereadora da Câmara Municipal? Quantos boatos sobre pseudo candidatos? Tantas opiniões sobre este e aquele? … e tão poucos comentários, no mesmo Blog, sobre assuntos sérios como a fatura da água.

Eu sou adepto dos blogs, principalmente em locais como Tarouca onde não há outros veículos de difusão de informação, mas têm que ser minimamente controlados. Não se pode publicar, por publicar, não se pode linchar pessoas na praça pública, sem se saber o que se está a dizer. Claro que estamos a pouco mais de 6 meses das eleições autárquicas, mas não vale tudo. Discutam-se os candidatos assumidos. Discuta-se o que cada um já fez de bem e de mal na sua vida pública, e até na sua vida profissional, se esta for relevante para a pública, discutam-se as mais valias de uns e de outros, discutam-se ideias, projetos, discuta-se quem já fez mais por Tarouca, mas com a clarividência de perceber que nem só na política se faz alguma coisa por uma terra… discuta-se, mas pense-se sempre que por dentro de cada candidato está um homem ou uma mulher e não uma pedra, e por isso, discuta-se …, discorde-se …, mas com elevação!

11 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Links

««««««««««

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D