Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

COGITO

PENSAR! PENSAR TAROUCA, O PAÍS, O MUNDO!

PENSAR! PENSAR TAROUCA, O PAÍS, O MUNDO!

FACE OCULTA

 

Num editorial hoje divulgado, a ASJP (Associação Sindical dos Juízes) refere que a opinião pública recebeu «com indignação e incompreensão» os últimos factos divulgados sobre as certidões do processo Face Oculta, extraídas para apurar se terá havido pressões sobre a comunicação social.

«O silêncio, ou os escassos esclarecimentos, a que se remeteram de novo as autoridades judiciárias que fizeram a avaliação final dos indícios não contribuiu, em nada, para a credibilidade da Justiça», criticam os juízes.

Segundo a ASJP, os cidadãos «não compreendem as razões que levaram aquelas autoridades judiciárias a desvalorizar os indícios recolhidos no inquérito», sendo benéfico que expliquem «de forma cabal e definitiva, para que, de uma vez por todas, não fique qualquer dúvida sobre os seus procedimentos e decisões».

Os juízes consideram «indispensável que a confiança na independência dos tribunais não resulte minimamente comprometida aos olhos dos cidadãos».

Por isso, «apelam ao Procurador-Geral da República e ao presidente do Supremo Tribunal de Justiça para que assegurem aos portugueses que têm razões para confiar na autonomia do Ministério Público e na independência do poder judicial».

 

In Lusa / SOL (on-line) - (excerto)

 

E o Direito ao Contraditório:

O primeiro-ministro mantém "tudo o que disse no Parlamento" sobre o desconhecimento do Governo da intenção da Portugal Telecom (PT) em comprar uma posição na TVI.

"Mantenho tudo o que disse no Parlamento e todos aqueles que referem uma ligação entre o Governo e a PT (no negócio da TVI) estão a faltar à verdade", afirmou José Sócrates, em Cantanhede.

"Nunca o Governo deu alguma orientação à PT para comprar uma estação de televisão e a PT já divulgou há muito tempo que tinha essa intenção estratégica (de entrar na TVI)", acrescentou o primeiro-ministro.

Quanto à notícia do semanário "Sol", que revela parte das escutas do processo ‘Face Oculta' para dar conta de um alegado esquema para controlar a comunicação social que envolve José Sócrates, o primeiro-ministro criticou a violação do segredo justiça e o aproveitamento que no seu entendimento os partidos da oposição fizeram "para me atacarem a mim em particular".

"Gostaria de recordar que a divulgação de escutas no semanário "Sol" é um acto criminoso, é um acto ilegal", disse José Sócrates, acrescentando: "É um crime contra a Justiça e lamento que não tenha havido nenhum partido que tenha criticado esse crime".

"Para esses partidos já vale tudo e isso é que é pôr em causa o Estado de Direito", salientou.

"Os partidos foram longe demais, não apenas me atacando a mim mas também a Justiça", concluiu.

 

 In Diário Económico

 

 

E assim vamos "cantando e rindo" como dizia a letra do Hino da Mocidade Portuguesa!

Com notícias destas, não vamos a lado nenhum e ainda somos alvo de chacota internacional!

Somos, de facto, um país a caminhar para o abismo, só falta saber se a distância até lá ainda é muito grande!

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

««««««««««

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D